Logo Lona na Lua

Sede Lona na Lua

Rua Admário Alves de Mendonça, 121, Centro, Rio Bonito-RJ

Casimiro de Abreu

Rua Julio Armindo Mozer, S/N, Mataruna, Casimiro de Abreu

Centro Adm Célio Sarzedas

Av. Amaral Peixoto, s/nº, Vila Campo Alegre – Barra de São João

(21) 98502 0168

(21) 99564-0609

  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Instagram - White Circle

Projeto Eu no Mundo é lançado em parceria com a INTER TV

28-Aug-2018

 

 

          Nesta semana, o projeto sociocultural Lona na Lua deu mais um grande passo com o lançamento do projeto “Eu no Mundo”, que busca dialogar com o público sobre temas de cidadania. Em parceria com a Associação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (AMPERJ) e a InterTV, afiliada da Rede Globo no interior do Estado, a iniciativa foi oficializada na segunda-feira (6) na sede da Associação, e apresentada ao público ontem, na sexta-feira (10), durante o RJ InterTV 1ª Edição. O programa foi realizado ao vivo da sede do Lona, no Centro de Rio Bonito, e contou com a presença do presidente da AMPERJ, Luciano Mattos, além de Kleber Santos, coordenador de Comunicação da InterTV, e de Ana Paula Mendes, editora e âncora do telejornal, e também de vários alunos e apoiadores.

 

          O projeto “Eu no Mundo” é uma série de dez vídeos de um minuto, que abordam temáticas ligadas à cidadania como a inclusão, o preconceito, a poluição, responsabilidade social, corrupção, entre outros. O personagem principal das histórias é Zezinho, de 11 anos, interpretado por Pedrinho, aluno do Lona na Lua. “Foi muito interessante participar desse projeto porque a gente tá falando de coisas bem importantes, mas de uma forma descontraída”, conta o ator, que faz parte do grupo há cerca de um ano e é morador do Centro de Rio Bonito.

          Para o fundador do Lona na Lua, o artista Zeca Novais, o lançamento do “Eu no Mundo” é a realização de um grande sonho. “Esse é um marco na história do Lona na Lua. Estou feliz e orgulhoso do que essa meninada tem construído, o Lona é um exemplo de empreendedorismo sociocultural para todo o Brasil. Eu morro de orgulho de tudo isso, parece que estou vivendo um sonho”, comemora. “Quando eu vejo o Pedrinho em cena, eu lembro do Zeca lá de trás, com 11, 12 anos de idade, e penso que se tivesse uma Lona na minha história, minha vida seria diferente. Mas eu fico feliz, porque hoje entendi que a minha função é outra: proporcionar para eles o que eu não tive”, conta o diretor do Lona.

 

          Segundo Zeca, a iniciativa do projeto partiu da InterTV, que tinha o desejo de trabalhar com projetos voltados para  a cidadania por meio da arte e da cultura, além do interesse da AMPERJ.  “A gente sempre sonhou em entrar para o setor audiovisual, e também contamos com nosso parceiro, Wanderson Chan. Eu fui uma ponte entre todos eles, e fiquei feliz porque isso resultou num trabalho bonito e que vai trazer lições de cidadania para muita gente”, conta ele, que destaca a importância da arte na conscientização social. “Com esse projeto, eu espero que as pessoas se respeitem mais, que tenham lições de tolerância, e que isso deixe um legado positivo, de afeto e de respeito ao próximo. A arte tem esse papel, de abrir os olhos das pessoas de uma forma lúdica”, diz.

          O presidente da AMPERJ, Luciano Mattos, falou sobre a contribuição da Associação para a realização do projeto e sobre a importância dele. “A AMPERJ queria, de alguma forma, contribuir com a questão social, com a conscientização e a cidadania. Foi quando conheci o Lona na Lua. A InterTV já tinha a intenção de fazer algo, então juntamos tudo isso, que se transformou nesse projeto que estamos felizes de apresentar, pelo cunho social e também por difundir ideias de cidadania através da arte e da cultura”, afirma Luciano. “E tudo isso através de uma criança, o que é o mais legal”, destaca.

 

 

          Kleber Santos, coordenador de Comunicação da InterTV, também expressou a satisfação da emissora em colaborar com a iniciativa. “Pra gente é uma honra estar aqui. Essa é a casa do Lona na Lua, que deu origem a esse projeto maravilhos. Sabemos da importância que essa iniciativa tem para a cidade, além de ser exemplo pro Brasil inteiro. Aqui não se formam só artistas, mas cidadãos”, afirma ele. “Nós sempre reclamamos que tudo está difícil, que a violência está muito grande, que as pessoas jogam lixo na rua, que ninguém respeita o deficiente. Mas qual é nosso papel nesse cenário? O que o Zeca e a AMPERJ estão fazendo é justamente isso, chamar atenção das pessoas, porque elas também precisam fazer a parte delas. E colaborar é uma obrigação que nós temos como meio de comunicação”, destaca o coordenador.

          Os vídeos do projeto “Eu no Mundo” serão exibidos durante os intervalos na programação da InterTV em toda a área de cobertura da afiliada, que abrange cerca de 50 municípios no Estado do Rio. E ainda há a ideia de levar a iniciativa para as afiliadas da Rede Globo no Rio Grande do Norte e em Minas Gerais.

Please reload

Please reload

Arquivo

NOTÍCIAS